• sáb. jun 22nd, 2024

Itaguaí na luta contra o trabalho infantil

By

Prefeitura participa do lançamento de campanha mundial no Rio de Janeiro

A Prefeitura de Itaguaí participou do lançamento da Campanha do Dia Mundial contra o Trabalho Infantil, realizada pelo Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI), Organização Internacional do Trabalho (OIT) e Ministério Público do Trabalho (MPT), no dia 12/06, no Museu do Amanhã, no Centro do Rio de Janeiro. O tema desse ano é “Criança não deve trabalhar, infância é para sonhar!”. O evento contou com a participação de autoridades de diversos órgãos e instituições. A Secretária Municipal de Assistência Social, Maria Izabel Lopes Ribeiro, representou o município e falou sobre a adesão da cidade ao movimento.

– Tudo que nos impede de crescer e viver o que sentimos não permitindo nos identificar como pessoa capaz de realizar seus sonhos e pensamentos em seu tempo de crescimento é violência. O trabalho infantil é assim. Anula, retira da criança e do adolescente a capacidade de criar e de ser – destacou a secretária Maria Izabel Lopes Ribeiro.

O objetivo da campanha é sensibilizar e motivar uma reflexão da sociedade sobre as consequências do trabalho infantil e a importância de garantir às crianças e aos adolescentes o direito de brincar, estudar e sonhar, vivências que são próprias da infância e que contribuem decisivamente para o seu desenvolvimento.

Além da solenidade de lançamento, o evento teve as apresentações da Orquestra Sinfônica Juvenil (Orquestra das Escolas) e do Unicirco Marcos Frota; uma capacitação para profissionais nas oficinas do Projeto Pedra, Papel e Tesoura; realização de atividades lúdicas e recreativas para as crianças e seus familiares; contação de histórias e distribuição de livros; visitação guiada ao museu com o tema “O Amanhã sem Trabalho Infantil”; e uma roda de conversa.

Um dos pontos altos do evento foi a participação do projeto Garoto Cidadão. Os alunos fizeram uma apresentação sobre uma criança sonhadora, cheia de esperança, mas que era explorada, sem infância e escola. Após passar por algumas aventuras, a menina curiosa consegue embarcar em um trem que a leva para uma nova oportunidade de futuro.

Para o coordenador Jorge Alex, é gratificante desenvolver com os educandos um produto artístico e humano capaz de encantar e transformar vidas. Ele acredita que a integração das artes com o tema de combate ao trabalho infantil sensibilizou a plateia.

– Motivação, protagonismo, cidadania, esperança, identidade, respeito, afeto e tantos outros sentimentos estiveram presentes na construção desse sonho. Deste modo pretendemos seguir fortalecendo a molecada e emocionando pessoas no nosso bairro, cidade, estado – disse.

Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil

O Dia Mundial contra o Trabalho Infantil foi instituído pela Organização Internacional do Trabalho em 2002, quando foi apresentado o primeiro relatório global sobre trabalho infantil na Conferência Anual do Trabalho. Desde então, a OIT convoca a sociedade, os trabalhadores, os empregadores e os governos do mundo todo a se mobilizarem contra o trabalho infantil.

No Brasil, o 12 de junho foi instituído como o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Infantil pela lei nº 11.542/2007. As mobilizações e campanhas anuais são coordenadas pelo Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI), em parceria com os Fóruns Estaduais de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Adolescente Trabalhador e suas entidades membros.

A mobilização de 2019 faz parte também da celebração dos 25 anos do Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil, dos 100 anos da OIT e dos 20 anos da Convenção 182 da OIT, que trata das piores formas do trabalho infantil.